31/05/2016 16h05 - Atualizado em 01/06/2016 10h06 Cotidiano

5 dicas para praticar direção defensiva e evitar acidentes no trânsito

Dirigir é uma atividade aparentemente fácil, mas nem sempre é: é necessário ter o dobro de precaução e pensar sempre a frente para evitar acidentes e momentos de tensão. É por isso que os órgão de trânsito, como o Detran, e as autoescolas estimulam bastante a direção defensiva, que consiste em se prevenir do que pode acontecer - e que nem sempre depende apenas de você! 

Separamos cinco dicas valiosas para manter em mente enquanto se está dirigindo. Confira:

1. Faça sempre manutenção preventiva

O condutor deve sempre se preocupar com a avaliação do estado em que se encontra o veículo, por isso ele deve fazer a manutenção periódica de todos os itens: se há combustível suficiente para chegar ao destino (e a procedência dele), as condições dos pneus, a sinalização luminosa principal (faróis, setas, lanternas, luz de freio), o sistema de suspensão, amortecedores e freios. Além disso, não esqueça de verificar retrovisores e o limpador de pára-brisa, para não ser pego de surpresa durante a viagem.

2. Mantenha uma distância segura

Essa dica simples pode evitar acidentes graves! Mantenha uma distância segura do veículo que está a frente, seja carro ou moto, além de pelo menos 1,5m de bicicletas que estejam trafegando. Isso porque, do ponto que o condutor decide frear até o momento em que aciona o freio, decorre um tempo chamado de tempo de reação. A partir do acionamento dos freios, o veículo começa a desacelerar, percorrendo a distância de frenagem. 

3. A noite pede cuidado extra

Pilotar à noite, em função da falta de visibilidade, exige que o motorista diminua a velocidade e aumente a distância segura. Essas atitudes são necessárias por parte do condutor porque a visibilidade humana é reduzida para 1/6 em relação à vista durante o dia. Daí a noção de profundidade diminui e a visão dos espaços é imprecisa além da dificuldade em perceber movimentos. Vai dirigir à noite? Mantenha os olhos ainda mais abertos!

4. Use o cinto de segurança

O cinto de segurança não evita acidentes, mas ameniza bastante os seus danos! O uso do cinto de segurança já se tornou um hábito, com benefícios para todos que se utilizam dele. Muitos condutores, porém, ainda não exigem que os passageiros do banco de trás usem o cinto de segurança e isso, em caso de algum acidente, trará toda a responsabilidade pela falta do equipamento para o condutor. 

  1. Os cintos devem ser mantidos limpos, em bom estado e pronto para o uso. Cintos em baixo dos bancos dificultam o uso.
  2. Não use cinto torcido, pois ele perde muito de sua eficiência.
  3. Retire dos bolsos canetas, óculos e outros objetos. Em caso de colisão, eles podem provocar ferimentos graves.

E não esqueça: não importa a distância, o cinto é indispensável! A maioria dos acidentes acontece nas proximidades das casas ou locais de trabalho das pessoas envolvidas, justamente porque nos trechos curtos e muito habituais, as pessoas tendem a ser displicente com a segurança. 

5. Mantenha o controle

Um sério agrave para os acidentes é quando o condutor não controla o seu temperamento. Dirigir em zigue-zague, ultrapassar pela direita, seguir pelo acostamento nos congestionamento, andar colado ao veículo dianteiro e fazer "guerra" de faróis à noite são atitudes que abrem caminho para acidentes. Não agir dessa forma é evitar uma tragédias. Mantenha a calma e a paciência e evite transtornos maiores que um mero atraso!

Notícias Relacionadas

Relógio em braile

Táxi voador

Gás natural canalizado tem sido a aposta dos condomínios residenciais

Empresa Potiguar cria projeto que pretende captar biogás a partir da decomposição de lixo orgânico

Comentários