24/08/2017 02h08 Cotidiano

Tesourada

Criado com o intuito de avaliar o teor e as mensagens contidas nas campanhas publicitárias brasileiras, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) irá vivenciar uma situação atípica nos próximos dias. Os membros do Conselho decidiram abrir processo para avaliar as denúncias recebidas nos últimos dias contra o comercial da própria entidade.

Esta será a terceira vez que o Conar abre processo para analisar um comercial que ele mesmo criou. Em 2002 e em 2014, o Conselho também recebeu denúncias sobre o tom de suas campanhas e abriu processo para avalia-las. Nos dois casos anteriores, os conselheiros da entidade não acharam que as reclamações eram procedentes e os processos foram arquivados. Nessas situações, geralmente, são nomeados profissionais de empresas anunciantes para compor o Conselho que irá julgar as campanhas.

 

Notícias Relacionadas

Vem aí a Vespa Elletrica

Natalenses optam pelo gás natural canalizado

“Fracassar” é o maior medo do brasileiro

Além do lucro pelo lucro

Comentários