08/07/2018 01h07 Esporte

A propaganda após a eliminação do Brasil no Mundial

Não deu. O Brasil não passou pela Bélgica nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia e o sonho do hexa foi adiado mais uma vez. O clima que toma conta da torcida amplia o desafio das marcas que, nos últimos meses, se dedicaram a entrar nas conversas, apoiar a seleção e aproveitar ao máximo um momento tão importante do ponto de vista de marketing. Apesar da frustração e do fim da Copa para o Brasil, o evento não acabou para as marcas. A questão agora é o rumo a ser tomado nos próximos dias e a mudança de tom na comunicação.

Ao contrário do que ocorreu há quatro anos, desta fez as estratégias traçadas anteriormente foram colocadas em prática. Imediatamente após o apito final da vitória de 2 x 1 para a Bélgica, marcas como Itaú e Guaraná Antarctica publicaram posts lamentando a eliminação do Brasil.

“O sentimento nunca vai mudar. Acreditar #issomudaojogo”, publicou o Itaú no Twitter. A operadora Vivo também postou: “Jogar junto é ter orgulho sempre. Valeu Brasil! #JogueJunto”. Já o Guaraná Antarctica se manifestou no Twitter: “Foi suado, foi! Foi intenso, foi verdadeiro. E continuaremos apoiando!
 O único time penta campeão mundial é Original do Brasil. E esse time a gente não abandona jamais. Rumo ao hexa. E o Catar é logo alí”.

Notícias Relacionadas

Dia 4 de julho a Seleção Brasileira de Vôlei joga em Natal

Natal é uma das cinco cidades escolhidas para receber a Tocha Paralímpica

Pé na pista

Paralimpíadas Escolares seguem até amanhã (27) em Natal

Comentários