24/08/2017 02h08 Mais

Além das aparências

Os serviços de cabeleireiros, manicure e pedicure têm atraído um número crescente de profissionais potiguares que decidem empreender e abrir um negócio próprio. Atualmente, mais de 8 mil empreendimentos estão registrados no segmento dos serviços de beleza e estética, a maioria deles - cerca de 90% - é Microempreendedor Individual. Esse tipo de empresa tem registrado um crescimento anual médio de 30,8%. Isso significa que, de cada dez empresas formalizadas no estado como MEI na área de serviço durante o ano, pouco mais de três escolhe atuar com serviços prestados em salões de beleza.

Para estimular esse público a adotar as novas regras técnicas recém criadas para o setor, o Sebrae no Rio Grande do Norte idealizou um espaço para a apresentar as Normas Técnicas da Associação Brasileira das Normas Técnicas (ABNT) para o setor de beleza como uma ferramenta de inovação para melhorar a qualidade dos serviços prestados pelos pequenos negócios. O espaço foi estruturado no principal evento do segmento em Natal, a Natal Hair, que ocorreu no Centro de Convenções e encerrou na última segunda-feira.

Segundo Marília Aranha, os salões interessados em se preparar para a certificação podem procurar o Sebrae, que chega a custear até 70% do valor das consultorias para adequação às normas via programa Sebraetec. O empresário pode procurar um ponto de atendimento do Sebrae mais próximo. Após a empresa ser auditada pela ABNT, recebe a certificação. Segundo a gestora, a concepção do espaço, denominado Salão da Norma, visa capacitar os profissionais e tornar pública essa nova legislação.

Notícias Relacionadas

É de chocolate

Empresa de Natal aposta na qualidade de vida dos funcionários

Arena das Dunas: recorde de ocupação em 2017

Fique atento: limite de velocidade é coisa séria!

Comentários