29/11/2017 10h11 Mais

Loja colaborativa, uma nova tendência

A loja colaborativa é um modelo de negócio fundamentado nos princípios da economia colaborativa, que, por sua vez, nada mais é que o compartilhamento e a troca de serviços e objetos entre empresas. A principal vantagem é a redução de custos fixos, bem como o acesso a um bem ou serviço que individualmente seria mais difícil ou inviável.

A economia compartilhada já é uma realidade que está impactando os negócios de inúmeros setores e atividades produtivas. No setor de comércio dos pequenos negócios, a economia colaborativa destaca-se, principalmente, pela modalidade de loja colaborativa, um estabelecimento que comercializa produtos e serviços de diversas empresas.

A comercialização de produtos pode ser por meio de consignação ou por locação de espaço, que é o mais comum. A loja colaborativa funciona como um espaço físico coletivo, onde os empresários de pequenos negócios comercializam diretamente os seus produtos e serviços com as vantagens de uma loja física, sem terem que investir recursos em um ponto comercial próprio. Pela sua simplicidade e praticidade, o mercado colaborativo exige menos gastos.

Geralmente, as lojas colaborativas comercializam produtos de diferentes segmentos(como roupas, presentes, artesanatos, acessórios de decoração, utilidades domésticas, entre outros) e de diferentes pessoas em um mesmo local, com custos que podem variar de acordo com o tamanho do espaço utilizado pelos produtos.

Saiba mais em www.sebrae.com.br

Notícias Relacionadas

Vale-tudo tecnológico

Além das aparências

Motoristas acham GNV combustível mais vantajoso

Arena das Dunas: recorde de ocupação em 2017

Comentários