23/07/2017 18h07 Na Web

Menos um na Dark Web

Para os padrões da dark web, o Alphabay era realmente grande. As autoridades estimam que o site, que surgiu em dezembro de 2014, tinha mais de 40 mil vendedores que comercializaram ali mais de 250 mil itens relacionados a drogas ou substâncias ilícitas, além de pelo menos 100 mil produtos que incluíam documentos roubados, malwares, números de cartão de crédito e armas de fogo.

Não está claro exatamente quanto dinheiro o Alphabay movimentava, mas Nicolas Christin, pesquisador da Universidade Carnegie Mellon e especialista em deep web, estima que a receita diária do site variou entre US$ 600 mil US$ 800 mil em 2017. As operações do Hansa eram mais simples, mas não menos importantes.

O Alphabay deixou de funcionar em 05 de Julho e, com isso, muitos usuários do site migraram para o Hansa. O que eles não sabiam é que policiais estavam por ali desde 20 de junho, na espreita. A consequência é que o Hansa também caiu, não sem antes as autoridades coletarem mais dados graças à migração em massa.

Notícias Relacionadas

Jeep celebra as décadas do Rock

Brasil “pouco confiável” em guarda de dados, segundo estudo

Microinfluenciadores: quem são?

Primeiro no Twitter

Comentários