08/08/2017 13h08 Na Web

Microinfluenciadores: quem são?

Nesta semana, o Google inaugura o YouTube Space Rio, espaço dedicado ao desenvolvimento de criadores de conteúdo e suporte aos que já produzem regularmente. O Brasil é o primeiro mercado, fora dos Estados Unidos, a ganhar uma segunda unidade do Space (a primeira está em São Paulo), o que indica a importância da produção brasileira para a plataforma. Nesse contexto, têm se destacado os microinfluenciadores.

A pesquisa realizada por Youpix, GfK e Airstrip mostra uma correlação direta entre a base de fãs e seu nível de envolvimento com a produção do influenciador. Criadores de conteúdo que possuem de 400 a 500 seguidores geram engajamento de 7,8% de sua base.

Os que possuem de 900 a 1.100 seguidores geram engajamento de 3,4% e assim por diante até chegar ao nível dos grandes influenciadores, que tem 900 mil e 1,1 milhão e somente 1,8% da base engajada (por engajamento subentende-se o fã que compartilha, curte ou deixa comentários). O estudo foi feito por meio de entrevistas presenciais e questionário online com 300 usuários e por meio de um banco de dadod de mais de 230 mil influenciadores.

Notícias Relacionadas

Imagem imbatível

Jeep celebra as décadas do Rock

Brasil “pouco confiável” em guarda de dados, segundo estudo

Objeto desconhecido é avistado pela Nasa

Comentários