17/07/2017 01h07 Na Web

Negócios domésticos

Disciplina para conciliar bem as atividades domésticas e a gestão do negócio. Essa é uma realidade para a maior parte dos Microempreendedores Individuais (MEI) do Rio Grande do Norte.

Uma pesquisa realizada pelo Sebrae revelou que 48% dos empresários formalizados nessa categoria jurídica - cerca de 91 mil empresas - utiliza a residência como estabelecimento comercial. Os que têm um ponto comercial totalizam 33%. O perfil é semelhante em todo o Nordeste e restante do país, onde dois de cada cinco empreendedores têm a casa como local de trabalho.

A boa notícia do estudo é que esse número vem declinando, sinalizando uma maior profissionalização na prestação dos serviços. Segundo o levantamento, 9% dos MEIs potiguares desempenham a atividade na casa ou empresa do cliente - geralmente esse percentual está ligado aos profissionais do setor de serviços - e 10% são ambulantes. Os que atuam em feiras ou shopping popular chegam a 1%.

A pesquisa consultou 10.328 pessoas formalizadas nessa figura jurídica, sendo 384 no Rio Grande do Norte, entre os dias 17 de Fevereiro e 11 de Abril deste ano. A margem de erro é de 1% para mais ou para menos.

Notícias Relacionadas

YouTube terá streaming de música em Março

Privacidade assegurada?

280 caracteres

Imagem imbatível

Comentários