09/05/2018 14h05 Na Web

Táxi aéreo... na real

A Uber anunciou, durante a segunda edição do Uber Elevate que ocorre nesta semana, nos Estados Unidos, novas parcerias para viabilizar o lançamento de sua rede de aviação urbana. A expectativa da empresa é que voos demonstrativos possam ser realizados em 2020 e viagens comerciais até 2023.

Segundo comunicado à Imprensa, a Uber não fabricará os veículos, mas trabalhará com empresas do setor para produzir aeronaves de pouso e decolagem verticais. A plataforma apresentou, ainda, um modelo de referência comum do uberAIR, que voará a mais de 1.000 pés do solo, a uma velocidade de 150-200 milhas por hora.

Para a ocasião, a brasileira Embraer anunciou o novo Embraer X. Outras empresas como Pipistrel, Karem Aircraft, E-One Moli e ChargePoint também foram anunciadas pela Uber como parceiras no projeto. Instituições do governo dos EUA, como exército e Nasa, auxiliarão a companhia em pesquisa e regulamentação, respectivamente.

Notícias Relacionadas

StartOut para as start-ups brasileiras

Filme na Web

Boa fatia

Microinfluenciadores: quem são?

Comentários