26/04/2018 15h04 Natal

H1N1 inexiste em Natal, segundo SESAP

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulgou o número de casos atualizados da Influenza no Rio Grande do Norte. O boletim compreende os dados coletados até o dia 07 de Abril. Foram notificados 43 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) no RN, sendo 38 (88,3%) com amostras coletadas e enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do RN (Lacen). Das amostras coletadas 5,2% (02/38) foram classificados como SRAG por Influenza, 18,4% (07/38) como outros vírus respiratórios.

Dos dois casos classificados como Influenza, 01 (50%) foi de influenza A (H3) sazonal e 1 (50%) influenza B. Não há casos confirmados de H1N1 pandêmica (pdm 09), até o momento. Dezoito (41,8%) dos casos notificados foram por SRAG não especificada e 16 (42,1,2%) dos casos notificados ainda estão em análise.

Dos 43 casos notificados, 20 (46,5%) receberam alta por cura, 19 (44,1) ainda estão em investigação. Ocorreram quatro óbitos por SRAG, o que corresponde a 9,3% (4/43) do total de casos. Do total de óbitos notificados, nenhum foi confirmado para influenza. Um teve como causa outros vírus respiratórios e três por SRAG não especificada.

A Coordenação de Promoção a Saúde (CPS) da Sesap destaca que esses casos referem-se apenas às pessoas internadas com Síndrome Respiratória Aguda Grave, com dados inseridos no Sistema de Notificação de Agravos (SINAN) Influenza WEB. De acordo com recomendações do Ministério da Saúde, não há necessidade de notificar oficialmente os casos leves de síndrome gripal.

 

 

Notícias Relacionadas

As Gambiarras que enfeitam os arraiás

Prefeito visitará Metrópole Digital

Volta às aulas na UFRN com notícias boas e ruins

Novos radares de velocidade começam a proteger o natalense

Comentários