07/04/2018 17h04 RN

A ascensão da polpa de frutas mossoroense

A agricultora Cleonice Andrade, 43 anos, não segura a emoção quando vê, praticamente pronta, a agroindústria de polpa de frutas que tanto sonhou. Ao lado de 31 sócios da Cooperativa de Agricultores e Agricultoras Familiares de Mossoró e Região (Cooafam) e de mais três associações comunitárias, foi selecionada para o projeto piloto de Agricultura Irrigada do Governo do RN, via projeto Governo Cidadão e Banco Mundial, e hoje vê seu sonho se tornar realidade. Muito em breve o grupo estará produzindo polpa de fruta em Mossoró e comercializando para toda a região.

 Os produtores aguardam agora a aprovação do Ministério da Agricultura para começar a operar a estrutura, que terá capacidade para processar 700 quilos de polpa de fruta por hora. Serão produzidas polpas de acerola, cajarana, graviola, caju, goiaba e outras mais, com foco no mercado governamental formado por programas como o Merenda Escolar.

O projeto piloto inclui ainda a instalação de 16 quintais produtivos irrigados, cuja energia está sendo fornecida por placas fotovoltaicas também financiadas pelo projeto. Desde Dezembro, agricultores da Zona Rural de Mossoró e municípios vizinhos produzem para fornecer à Cooafam.

Notícias Relacionadas

RN

Lei Seca: 85 motoristas flagrados em Mossoró

RN

Quem dá mais?

RN

Campus Party começa em três semanas

RN

O potencial da cerâmica vermelha

Comentários