31/07/2018 16h07 RN

Instituto Metrópole Digital - Uma iniciativa do Dep. Rogério Marinho – PSDB/RN

O Instituto Metrópole Digital foi criado em 18 de abril de 2011 como unidade suplementar da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, no entanto o seu projeto existe desde 2009. Na ocasião de sua inauguração, o Instituto já desenvolvia atividades de ensino no Curso Técnico de Formação de Programadores, contemplando 1.200 vagas voltadas para jovens com idades entre 14 e 18 anos regularmente matriculados no Ensino Médio, sendo 70% delas destinadas aos alunos do ensino público.

Além de criador do projeto, o Deputado Rogério Marinho (PSDB/RN) também foi responsável por destinar cerca de R$ 40 milhões para a implantação do Metrópole Digital pela UFRN, tudo isso apenas por meio do seu mandato e de emendas parlamentares apresentadas. “O Metrópole Digital nasceu com o objetivo de transformar Natal em um polo nacional de tecnologia. E, com a concretização do Parque Tecnológico, estaremos atingindo mais este objetivo. É educação, emprego e renda, em um dos mercados de trabalho que mais cresce no mundo. E o melhor é saber que ainda temos muita coisa para conquistar pela frente”, declarou o parlamentar a um site de notícias.

O IMD atua na formação dos níveis técnico, superior e na pós-graduação, cujas ações integram a inclusão social e digital. Somam-se a isso ações de pesquisa e inovação tecnológica, de formação de talentos e de incentivo à cultura do empreendedorismo, que resultaram na criação da Inova Metrópole, incubadora de empresas de base tecnológica na área de Tecnologia da Informação (TI). O instituto tem um perfil de integração com outros departamentos e unidades da UFRN, objetivando fomentar a interdisciplinaridade com outras áreas relacionadas à TI, já que essa é a base da inovação e o caminho para formar profissionais preparados para o novo mercado de trabalho.

Projeto integrado ao IMD, o Parque Tecnológico envolve a academia por meio da UFRN e também os setores públicos e privados, ao estabelecer parcerias com a Prefeitura do Natal, o SEBRAE e outras instituições que estão sendo convidadas a se integrarem ao projeto. A implantação do parque possibilitará a criação de novas empresas através da geração do conhecimento dos pesquisadores da UFRN e de instituições que se instalem no parque em busca

de desenvolvimento tecnológico, econômico e social. Consiste num ambiente propício para o desenvolvimento de projetos de base tecnológica e para a difusão da Ciência, Tecnologia e Inovação, estimulando a sinergia de experiências entre as empresas, tornando-as mais competitivas. O IMD dispõe de infraestrutura física e humana e acumulou experiência capaz de garantir as condições propícias para viabilizar plenamente esse empreendimento.

 

Notícias Relacionadas

RN

Detran de olho na orla

RN

Audiências de custódia

RN

Negócios no Oeste

RN

Planeta à vista

Comentários