24/08/2017 02h08 RN

Investigação reforçada

A perícia criminal do Rio Grande do Norte ganhará nos próximos meses um novo reforço para auxiliar na investigação, elucidação de crimes e exames de DNA. Ontem o Governador Robinson Faria assinou a ordem de serviço que autoriza a construção do primeiro laboratório forense do Instituto Técnico-Científico de Polícia, obra que terá fiscalização da Secretaria de Estado da Infraestrutura.

O laboratório vai ser construído no Complexo da Degepol, em Cidade da Esperança, e tem previsão de conclusão em dezembro deste ano.  A instalação será no antigo imóvel de Análises Químicas da Emparn, ao lado da Central de Flagrantes. O investimento é de R$ 287.075,13 com recursos próprios do ITEP. Além disso, está sendo adquirido um comparador genético que custará cerca de R$ 700 mil.

A construção do laboratório resultará em economia de tempo e recursos. Atualmente, os exames de DNA são realizados em parceria com o Laboratório Central Forense de Salvador, com capacidade média de 20 exames de comparação genética por ano, 10 a cada semestre. O laboratório também vai permitir que a perícia criminal levante perfis genéticos e identifique criminosos através de amostras biológicas de DNA.

O Diretor-Geral do ITEP, Marcos Brandão, disse que o laboratório coloca a investigação criminal em outro patamar. “O laboratório dará à nossa investigação maior agilidade para solução de crimes. Vamos conseguir reduzir de seis meses para apenas 20 dias a emissão dos resultados. Essa é a pronta resposta que teremos para a sociedade. Nunca houve um laboratório de DNA para realização de microinvestigação, que é fundamental em qualquer investigação moderna”, observou.

Notícias Relacionadas

RN

Proteção em larga escala

RN

Perspectiva solar

RN

Presença importante

RN

Locomoção garantida

Comentários