07/03/2018 22h03 RN

Mulher e saúde: desafios

No mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, nesta quinta-feira (8), a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) divulga um levantamento sobre os principais desafios de saúde relacionados ao público feminino.  De acordo com a secretaria, as doenças que mais acometem as mulheres em idade fértil no Rio Grande do Norte, e que podem levar a óbito, são as relacionadas ao aparelho circulatório, neoplasias, doenças infecciosas e parasitárias, doenças do aparelho respiratório, digestivo, complicações da gravidez, parto e puerpério. 

De acordo com dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) no ano de 2016 ocorreram 1068 mortes de mulheres em idade fértil (MIF). Destas, lideram o ranking as causas externas por consequência de acidentes e agressões, câncer e doenças relacionadas ao aparelho circulatório. Já no ano de 2017 ocorreram 938 óbitos 

Para diminuir esses números, a Sesap tem desenvolvido junto aos municípios a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher, que junto a outras Secretarias de Estado (Segurança, Educação, Assistência Social e Mulheres) apoia os municípios com ações educativas, preventivas, de diagnóstico, tratamento e recuperação, englobando a assistência à mulher em clínica ginecológica, no pré-natal, parto e puerpério, menopausa, no planejamento sexual e reprodutivo, câncer de colo do útero e de mama, o acolhimento às mulheres vítimas de violência, entre outros.  

Notícias Relacionadas

RN

CNH Especial: uma conquista

RN

Três cidades do RN têm sinalização de trânsito restaurada

RN

Educação do RN divulga calendário de matrículas 2018

RN

TAP confirma mais um voo semanal Lisboa-Natal para dezembro

Comentários