02/01/2018 11h01 RN

Presença das Forças Armadas

Em relatório divulgado ontem, o Ministro da Defesa, Raul Jungmann, constatou que houve uma “queda vertical” nos delitos praticados no Rio Grande do Norte desde que as Forças Armadas chegaram para socorrer o estado, que desde o dia 19 de Dezembro não é mais protegido por policiais militares, civis e bombeiros.

O ministro, revelando os resultados da Operação Potiguar III, explicou que houve um decréscimo de assassinatos no estado desde a última sexta-feira 29, quando foram registrados 18 homicídios - número, este, que caiu para 11 no dia seguinte, dois no último dia de 2017, e apenas um nesta segunda-feira. Outros crimes, como arrombamentos também registraram queda, de acordo com Jungmann.

Ao todo, foram 380 ações, entre rondas e patrulhamentos. Durante a virada do ano, cerca de 100 viaturas se encontravam nas ruas do estado.

Notícias Relacionadas

RN

Bares de Natal recebem hoje ações educativas do Detran

RN

Negócios no Oeste

RN

CNH digital já é realidade

RN

RN ganha apoio para produção salineira

Comentários