03/08/2017 13h08 RN

Rumo à canonização

Os mártires de Cunhaú e Uruaçu, vítimas de massacres ocorridos em julho e outubro de 1645 nos municípios de Canguaretama e São Gonçalo do Amarante, serão canonizados em outubro deste ano. Consciente da importância que este reconhecimento da Igreja Católica terá para o turismo religioso de nosso estado, o governador Robinson Faria foi até o ministro das Relações Exteriores, Aluysio Nunes Ferreira Filho, acertar os detalhes da missão diplomática para acompanhar a solenidade em Roma.

O encontro, do qual também participaram o Padre Antônio Murilo de Paiva, Capelão em Uruaçu, e o Secretário de Gestão de Projetos, Vagner Araújo, aconteceu no gabinete do ministro, em Brasília, na noite da última terça-feira. A canonização dos 30 Mártires de Cunhaú e Uruaçu representa o coroamento de um longo processo histórico, religioso e cultural que teve início na década de 1970. A autorização para o ato de santificação dos mártires do RN foi confirmada em março deste ano pelo Papa Francisco.

Com a canonização dos mártires, o Governo espera fortalecer a atividade turística em Canguaretama e em São Gonçalo, a exemplo do que aconteceu em Santa Cruz. O município localizado a 120 quilômetros de Natal recebe diariamente romeiros, excursionistas e turistas que desejam conhecer a estátua de Santa Rita de Cássia no alto de um morro, a maior imagem católica do mundo. A prefeitura já contabiliza, em média, mil visitas por dia e os registros ultrapassam 350 mil por ano.

Notícias Relacionadas

RN

Giro geral do Detran

RN

Potigás e Cultura: uma parceria afinada

RN

RN Gás+ promete mais renda e empregos para o RN

RN

Interior do estado recebe exames práticos do Detran

Comentários